China, Brasil e o Esmagamento da Soja

A soja tem duas utilidades principais: óleo, que é mais usado para cozinhar, e farelo, que é principalmente usado como ração animal.  Dos dois, o óleo de soja vale muito mais em uma base libra por libra.  Nos últimos 20 anos, os preços do óleo de soja tiveram média de 2,35x tanto da libra quanto do farelo de soja, mas o spread está longe de ser constante, variando de uma baixa de 1,4x para uma alta de 3,1x (Figura 1).

Figura 1: Óleo de Soja tem média de 2,3x do preço do Farelo de Soja por Libra.

O óleo e o farelo de soja não têm só utilidades e preços diferentes. Um é fortemente influenciado pelas evoluções econômicas em lugares como a China e o Brasil, enquanto o outro não.  O crescimento chinês parece exercer uma forte influência sobre o preço do óleo de soja, mas uma influência muito mais fraca e até contraintuitiva sobre o preço do farelo de soja.  Note como os preços do óleo de soja estão entre os mais correlacionados com o Índice Li Keqiang, uma medida estreita do crescimento econômico chinês que foca no consumo elétrico, volume de frete ferroviário e no número de empréstimos bancários. Por outro lado, os preços do farelo de soja têm estado correlacionados negativamente com mudanças na proxy do Li Keqiang do crescimento econômico chinês (Figura 2).  Em outras palavras, o crescimento chinês mais forte, geralmente, lança os preços do óleo de soja para cima nos 12 meses seguintes, enquanto o crescimento chinês mais forte pode tornar os preços do farelo de soja menores. 

Figura 2: O crescimento mais forte da China é tipicamente bom para o real brasileiro e o óleo de soja, mas não para o farelo de soja

Então, por que isso?  Por que o crescimento chinês mais forte potencialmente manda os preços do óleo de soja para o alto, enquanto os preços do farelo de soja podem cair sob a mesma circunstância?  A resposta está no preço relativo das duas commodities e nos seus diferentes usos finais. Primeiro, uma vez que o óleo de soja normalmente é negociado a mais de 2x o preço do farelo de soja, muito do valor da soja é mais como semente oleaginosa do que como fonte de proteína.  Quando a China cresce mais rapidamente, tende a elevar o preço da energia e dos metais industriais e, geralmente, cria um boom nos mercados emergentes que exportam matéria-prima para a China.  Uma das primeiras coisas que as pessoas fazem quando ficam em melhor situação é consumir mais óleo vegetal.  Além disso, quando os preços do óleo de soja aumentam, tendem a elevar também o preço do biodiesel, tornando os preços do etanol e do óleo vegetal maiores da mesma maneira.  De fato, estes mercados geralmente fazem um bom trabalho de previsão de retornos futuros do mercado de petróleo, um tópico sobre o qual nós temos escrito extensivamente.

Se os preços do óleo de soja sobem, normalmente puxam também o preço da soja pra cima, embora não na mesma medida.  No entanto, os preços maiores da soja impactam as decisões de plantio e têm o potencial de aumentar a produção global de soja no período de um ano.  Assim, portanto, um preço maior para a soja pode ser traduzido em uma produção maior de soja em geral que, por sua vez, pode impulsionar muito a oferta do óleo de soja valorizado e, geralmente, do menos caro farelo de soja. 

A oferta elevada não é boa notícia para os preços do farelo de soja.  Só porque a China cresce mais rapidamente não significa que nosso gado irá comer mais farelo de soja – pelo menos não no curto prazo.  Como tal, a oferta elevada do farelo de soja geralmente atua como um depreciador moderado dos preços do farelo de soja. 

Se a China desacelerar, vira todo o processo pelo avesso.  O crescimento mais vagaroso, geralmente, significa crescimento inadequado de demanda para metais industriais e energia que, por sua vez, representa crescimento mais vagaroso nos mercados emergentes e menor crescimento na demanda por óleos vegetais e biodiesel.  Isso tende a deprimir os preços da soja e pode impactar negativamente as decisões de plantio, que restringe o crescimento da oferta de óleo e farelo de soja, potencialmente colocando uma aposta no último, uma vez que o crescimento de sua demanda como alimento e ração animal tende a ser menos ligada ao crescimento econômico global.

Veja também como os preços do óleo de soja são intimamente relacionados com o destino do real brasileiro (Figura 3). O Brasil é agora o principal exportador de soja e o que ocorre com o real brasileiro segue um longo caminho até determinar o custo global da produção, que atua como uma espécie de piso flutuante sobre o preço da soja em dólar dos EUA. Como observamos na Figura 2, o real brasileiro é também extremamente influenciado pela medida de crescimento do Li Keqiang na China.  Além de exportar uma grande quantidade de bens agrícolas para a China, o Brasil também é o segundo maior exportador de minério de ferro para a China. 

Figura 3: Óleo de Soja Move-se em Sincronia com o Real Brasileiro.

Por outro lado, os preços do farelo de soja tendem a mostrar muito mais variância em relação ao real brasileiro do que o óleo de soja.  Para ter certeza, o real ainda exerce influência, mas esta influência é muito mais fraca do que para o óleo de soja (Figura 4).

Figura 4: A Relação do Farelo de Soja com o Real é Muito Fraca.

Como tal, se a guerra comercial resultar numa desaceleração significativa na China, isso poderia causar preços menores para a energia, metais, moedas de mercados emergentes e o óleo vegetal mas, inversamente, poderia tornar-se ligeiramente positivo para o farelo de soja, especialmente se os produtores plantarem menos soja como resultado da queda nos preços do óleo de soja.  Por outro lado, se a China for bem sucedida em compensar o impacto negativo da guerra comercial por meio do alívio das políticas monetária e fiscal, isso poderia manter os preços da energia, metais, moedas emergentes e óleo de soja com suporte, mas não ajudaria muito o farelo de soja.

Ponto de partida

  • O crescimento chinês exerce uma forte correlação positiva com o óleo de soja.
  • O crescimento chinês tem uma relação mais fraca e até inversa com os preços do farelo de soja.
  • O óleo de soja é, geralmente, cerca de 2-2,5x mais caro que o farelo de soja por libra.
  • O óleo de soja tem uma influência mais forte nas decisões de plantio do que o farelo de soja, menos valioso.
  • O óleo de soja move-se em sincronia com o real brasileiro.
  • O farelo de soja tem uma relação muito mais fraca com o crescimento brasileiro.

Aviso Legal

O “Grupo CME” é uma marca da CME Group Inc. e respetivas subsidiárias, que incluiu membros como a Chicago Mercantile Exchange Inc. e a CME Marketing Europe Limited.

Os instrumentos derivados negociados em bolsa e Over-the-Counter (OTC) não são adequados para todos os investidores e envolvem risco de perda. Os instrumentos derivados negociados em bolsa e OTC são investimentos alavancados e, porque apenas uma percentagem do valor do contrato é exigida para a negociação, é possível perder mais do que o montante inicialmente depositado para uma posição de instrumentos derivados negociados em bolsa ou OTC. Assim, os indivíduos que negoceiem nestes instrumentos devem apenas usar fundos que possam perder sem afetar o seu modo de vida. Além disso, apenas parte desses fundos deve ser aplicado numa negociação uma vez que não pode ser expectável que venha a lucrar em todas as negociações.

O CME Group, o logo Globo, a Globex e a CME são marcas registadas da Chicago Mercantile Exchange, Inc.; CBOT é uma marca registada da Board of Trade of the City of Chicago, Inc.; o NYMEX, New York Mercantile Exchange e o ClearPort são marcas registadas da New York Mercantile Exchange, Inc.; o COMEX é uma marca registada da Commodity Exchange, Inc.. Todas as outras marcas registadas pertencem aos seus respetivos proprietários.

A informação constante da presente apresentação foi compilada pelo Grupo CME apenas para fins de caráter genérico. Apesar de terem sido feitos todos os esforços para assegurar a precisão da informação aqui contida, o Grupo CME não assume qualquer responsabilidade por quaisquer erros ou omissões. Adicionalmente, todos os exemplos desta apresentação são situações hipotéticas, usadas apenas para fins elucidativos e não devem ser considerados como consultoria para investimento ou necessariamente como resultados efetivos de experiência de mercado. Todos os dados são obtidos pelo Grupo CME, salvo indicação em contrário.

Todas as matérias relativas a regras e especificações aqui incluídas estão sujeitas às regras oficiais da CME, CBOT, NYMEX e do Grupo CME, as quais prevalecem sobre aquelas. As regras atualmente em vigor devem ser consultadas em todos os casos relativos a especificações contratuais.

Esta comunicação não consubstancia um Prospeto nem é uma recomendação para comprar, vender ou manter qualquer investimento específico, ou para utilizar ou não utilizar qualquer serviço determinado. Esta comunicação destina-se apenas ao uso exclusivo das Contrapartes Elegíveis e Clientes Profissionais e não deve ser utilizada pelos Clientes Privados, que devem obter aconselhamento financeiro independente. A circulação deve ser restringida em conformidade.

CME European Trade Repository é uma denominação comercial da CME Trade Repository Limited, um repositório de transações registado no âmbito do EMIR, supervisionado pela Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados.

A Chicago Mercantile Exchange Inc. é uma contraparte central (CCP) reconhecida no âmbito do EMIR. A Chicago Mercantile Exchange Inc., a Board of Trade of the City of Chicago e o New York Mercantile Exchange são bolsas (Recognised Overseas Investment Exchanges (ROIE’s)) reconhecidas pela Financial Conduct Authority.

Emitido pela CME Marketing Europe Limited. A CME Marketing Europe Limited (FRN: 220523) é autorizada e regulada pela Financial Conduct Authority no Reino Unido.

Sobre o autor

Erik Norland é Diretor Executivo e Economista Sênior do CME Group. Ele é responsável pela elaboração de análises econômicas sobre os mercados financeiros globais, identificando tendências emergentes, avaliando fatores econômicos e projetando seu impacto no CME Group e na estratégia de negócios da empresa e daqueles que negociam em seus diversos mercados. Ele também é um dos porta-vozes do CME Group sobre condições econômicas, financeiras e geopolíticas globais.

Veja mais relatórios de Erik Norland, Diretor Executivo e Economista Sênior do CME Group.

Futuros e Opções sobre Pecuária

PecuáriaOs custos de alimentação podem ser responsáveis por uma parcela significativa do orçamento de uma operação pecuária e a incerteza nos preços pode ser um desafio a mais. Faça a gestão do risco inerente à produção e ao processamento pecuário com os produtos de Pecuária CME Group, incluindo Boi Gordo, Gado para abate e Suínos.

Comece a Negociar